Ranking Internacional dos Clubes Brasileiros

Depois do ranking geral dos clubes brasileiros, com o São Paulo como líder, e do ranking nacional, pontuado pelo Palmeiras, é hora de apresentar a classificação histórica das equipes nacionais levando em conta apenas os torneios internacionais.

Fazem parte da contabilização todos os campeonatos além-fronteiras disputados pelos tupiniquins. O de maior pontuação é o Mundial de Clubes, que oferece 60 pontos ao campeão. Dadas as características desse torneio, que facilitam a chegada dos times europeus e sulamericanos à final – torcedores do Internacional que não me leiam – não são concedidos pontos ao vice.

Os demais torneios considerados são a Libertadores (50 pontos ao campeão, 25 ao vice), Copa Sulamericana, Supercopa dos Campeões da Libertadores, Copa Mercosul (todos com 30 pontos ao campeão e 15 ao vice), Copa Conmebol (20 pontos ao campeão, 10 ao vice) e Recopa Sulamericana (20 pontos ao vencedor).

O São Paulo, com três Mundiais, três Libertadores, duas Recopas, uma Supercopa e uma Conmebol, domina a classificação, com 510 pontos, 230 à frente do vice-líder Cruzeiro, campeão mundial, bi da Libertadores e da Supercopa e campeão da Recopa. O impressionante desempenho tricolor nos certames internacionais é o que tem garantido a liderança dos paulistas no ranking geral.

Santos, Internacional e Grêmio aparecem logo atrás dos celestes mineiros, numa acirrada disputa, com apenas 45 pontos separando o 2º do 5º colocado. Entre eles, merece destaque o Colorado, que, até 2006, tinha apenas os pontos de um vice da Libertadores e, desde então, colecionou duas Libertadores, uma Recopa, uma Sulamericana e um Mundial.

Mais atrás, aparecem Flamengo e Palmeiras, ambos com 185 pontos. Outros nove times conseguiram pelo menos um vice internacional e aparecem na lista. Destaque para o Goiás, mais novo integrante do grupo, com o vice da Sulamericana deste ano, e para o CSA, de Alagoas, vice-campeão da Conmebol de 1999.

Confiram a classificação completa.