Paraguai 0 (5) x (3) 0 Japão

Uma das imagens mais comoventes da Copa o choro quase compulsivo de Gerardo Martino, técnico do Paraguai, após o término das cobranças dos pênaltis que levaram a equipe sulamericana às quartas-de-final.

Choro justificado, afinal Martino acabara de levar os guaranis ao seu melhor desempenho em Mundiais, abrindo a possibilidade não tão remota, embora eu não acredite nela, de as semifinais do torneio serem totalmente sulamericanas (Uruguai x Brasil e Argentina x Paraguai).

O Japão, mesmo desclassificado, também saiu de campo com a honra de ter realizado sua melhor campanha em Copas, o que deve diminuir a tristeza de jogadores, comissão técnica e torcedores.

Em campo, o jogo foi disparado o pior das oitavas. O Paraguai apresentava maiores condições de chegar ao gol, mas esbarrava no robusto sistema defensivo do Japão. Receoso de avançar demais e abrir muito espaço para os contra-ataques nipônicos, comprovadamente eficazes, o time sulamericano passou a ter um domínio de posse de bola insosso. O reflexo direto dessa postura paraguaia foi justamente a impossibilidade de o Japão encontrar os espaços que lhe permitiram, por exemplo, mandar a Dinamarca de volta para a Escandinávia.

No final, o 0 a 0 acabou representando bem o jogo e a prorrogação. Nos pênaltis, ambas as equipes tiveram um bom aproveitamento, mas Komano viu o azar mandar o seu chute ao travessão de Villar. 5 a 3 e classificação paraguaia.

O resultado mudou um pouco o bolão, já que alguns apostaram na passagem japonesa. O pódio, contudo, mantém-se inalterado, com Maurice, David e José Augusto. Outra coisa que se deve destacar é o desempenho magnífico de nosso amigo Nilo Rondelli. Como podem notar, Nilim está na 40ª posição, brigando duramente com Marcelo, Marquim e Ian pela lanterna. Só tem um detalhe: os três concorrentes de Nilim esqueceram de fazer a revisão dos palpites. Ele fez tudo bonitinho. Que fase!

Sobre Thiago B. Ribeiro
Thiago Barros Ribeiro tem 32 anos, é paulistano, sampaulino e, segundo as boas e más línguas, quase insuportavelmente chato. Mestre em Economia por formação, gestor público por profissão, metido a besta em esportes por paixão.

2 Responses to Paraguai 0 (5) x (3) 0 Japão

  1. Urso says:

    “Alguns apostaram na passagem japonesa” = Ursão

  2. Nilim says:

    Viu só, Thiaguim? Sou ruim de palpite, mas sou esforçado = sou pobre, mas sou limpinho kkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: